#01. Treine a sua filha para que ela seja uma boa menina. E uma menina boa.

- Rev Jáder Borges Filho.

Pessoas chatas, ninguém aguenta.
Meninas chatas, ninguém suporta.
Tá aumentando o número das chatas,
Mais cedo (em idade)
Mais rápido (em quantidade).

Nas conversas no carro voltando da escola, perguntar à filha como foi o seu dia?, pode tornar-se um desfile verbal de insatisfações.
Insatisfações com as meninas-você-sabe-quem, da escola.

Não adianta colocar em 'escola boa'; em escola cara.
Tem muitas meninas chatas lá.

Chatice pega; chatice contagia.
Tem menina que percebe que tem que ser chata para poder entrar no grupo das chatas!

Ser chata pode até passar a ser por defesa contra as outras chatas, porque senão, as outras engolem você.
Só que com isso - de ser chata por defesa - sendo chata com quem precisa, você acaba sendo chata também com quem não precisa.
Aí, complicou.

Neste mundo-cão-infanto-juvenil que o mundo se tornou também para muitas crianças e pré-adolescentes está difícil encontrar amizade, mas amizade das boas! Amizades que alegram o rosto de quem vê só de ver ali na entrada do colégio e o nome da amiga já sair espontaneamente em forma de grito querido e o mesmo grito, do lado de lá, ser correspondido.

O universo feminino infantil está ficando muito chato!
Muito desconfiado.
Muito isolado.
Muito isolador.

Também nas igrejas é um tal de:
...Desconfiança - de não falar - de evitar - de fingir que nem viu!
'Melhor' meter a cara no celular e pronto.

E pronto... NADA!
Isso é mesmo horrível!
E promove dor.

Infância é o melhor momento para se fazer amizade e a prova disso é tanta que até chegamos a apresentar alguém a alguém, com gosto: ...deixa eu te apresentar aqui a minha amiga... de infância!!!

Precisamos falar sobre isso: desconfiança, raiva e até ódio, vem crescendo entre as meninas.

Isso é terrível.
E é uma brecha para o Inimigo agir (veja, Efésios 4.27).
Ele só precisa de uma brecha.
Para rachar com tudo.

Meninas sem amizade vão ficando doentes literalmente.
Meninas desconfiadas vão ficando deprimidas.
Sério e certo, isso.

Sua filha é uma boa amiga?
Ou ela é uma chata?
É crente?
Ôxi, tá cheio de crentes chatas (não devia, mas tem)

É sobre isso que nós vamos seguir falando nesta série.

Artigos novos todas as terças.

Ore por isso. Para que alcancemos muitos pais de meninas que estão preocupados com esta situação.
Pela abordagem desse tema.
E por nosso Projeto.
E acompanhe.
E indique.

Curso AnteriorManeiras Fáceis de crianças saberem que celulares e tablets existem mas, e daí?
Próximo Curso# 02. Treinando a sua filha para que veja e pense o seu tempo à luz das Escrituras.