Seu filho e as perguntas sobre DEUS e o Coronavírus...


Por, Priscilla Borges

Talvez nesses dias em casa e com tanta divulgação, seu filho,sua filha esteja lhe fazendo esta pergunta:

Se Deus está no controle por que Ele deixa algo ruim - como essa pandemia do coronavírus - acontecer?

Não é mau ele/ela fazer esta pergunta. É até necessária, pois está crescendo ouvindo sobre nosso Grande Deus e Salvador.

Diga-lhe que devemos buscar a resposta na Palavra de Deus. Ela sempre nos dará a resposta certa.

Antes de tudo precisamos aprender sobre um atributo de Deus que nos ensina que Deus é soberano.

Veja com ele, com ela num dicionário a definição de soberano. Aqui também tem uma boa definição:

Que conserva ou carrega o poder; que retém o poder; que domina; dominador. ...

Quando pensamos em um rei pensamos que ele é soberano: que ele governa sobre todos e que ele dita as leis.

Assim é com Deus: Ele é o Rei e governa sobre todo o universo; Ele também faz as regras. Seu poder é exercitado conforme o Senhor quer, onde Ele quer e quando Ele quer. Leiam:

Isaías 46:9-11

Quando O Senhor Deus decide enviar um vírus, Ele determina onde esse vírus atuará, quando ( de tal dia a tal dia) e como.

Vimos este vírus começar a fazer suas vítimas primeiro na China, depois no Irã, na Itália, avançando pela Europa até chegar até nós no Brasil.

Ficamos perplexos e talvez amedrontados.

Vemos governantes e médicos fazendo de tudo para frear o avanço desta epidemia.

Porém tudo isso não fugiu e nunca foge do controle de Deus.

Deus tem um plano com tudo isso. (Is 55:8;  Rm 8:28,29)

Ele quer que...

PRIMEIRO, olhemos para Ele e reconheçamos que Ele é o Todo-Poderoso, que faz o que Ele quer aonde Ele quer. Ele quer que todos saibam que Ele é o Senhor. Veja nos anúncios das pragas do Egito:  Deus repete isso várias vezes. ( Êx 7:5,17; 9:14,16,29; 10:2; 14:4,18 )

SEGUNDO, examinemos nossa vida. Há pecados para nos arrependermos? Estamos vivendo na Sua dependência ou achamos que damos conta de tudo sozinhos?

TERCEIRO, clamemos a Ele. Você tem orado para que Ele tenha misericórdia de nós e faça com que esta pandemia acabe? Você tem orado pelos missionários mundo a fora? Você tem orado para que o Evangelho seja pregado nesse tempo de crise? Que as pessoas acessem via internet (já que estão confinados em suas casas ) pregadores fiéis a Palavra de Deus?

QUARTO, lembremos que Sua Palavra é verdadeira. Jesus anunciou que haveriam epidemias (Lc 21:11), e elas estão acontecendo. Ele também prometeu voltar. Então se o que ele disse sobre as epidemias é verdade e está acontecendo, então podemos saber e confiar que ele realmente voltará para nos buscar. Porém antes, ele disse aos discípulos - e a nós - que não assustassem, mas perseverassem! ( Lc 21:9, 19; Mt 24:6, 13)

QUINTO, agradeçamos a Ele que em Sua misericórdia tantos enfermos se recuperaram e que muitos cientistas estão trabalhando para achar uma cura. Que tantos têm se voltado para Deus, pedindo Sua sabedoria e reconhecendo o Seu poder (1 Ts 5:18).

Façamos isto e podemos estar certos que Deus sabe o que faz.

Mas compete a nós também fazer a nossa parte.

Deus requer isso de nós. Então lavemos as mãos e fiquemos longe dos outros por um tempo. 

SEXTO, descansemos em Deus. Até mesmo se este vírus nos atingir, Deus é o nosso Refúgio (Salmo 46). Ele também nos disse que nada neste mundo poderá nos separar do Seu amor (Rm 8.31-38). Por sermos humanos somos também pessoas que podem ser atingidas por epidemias. Podemos nos assustar, podemos ver parentes nossos sofrendo, porque esta é a realidade e a conjuntura neste mundo que está sob o pecado e que caiu em maldição. Se não fossem as misericórdias do Senhor por nós (e até por todo o mundo, hoje) há muito já teríamos sido consumidos ( Lm 3.22,23). Porém, temos visto como Deus nos guardou anteriormente de tantos males e pode nos guardar deste. É uma esperança que temos, mas temos fé e confiança de que se algo nos acontecer, Jesus está conosco e nos conduzirá sempre e em todo momento; nunca nos abandonará e nem aos nossos queridos que conhecem e amam o Senhor, haja o que houver, da perspectiva do nosso tempo e história. Nada. Ele nos prometeu muito mais do que apenas um breve tempo e existência sobre a face da terra.

Não é nada bom ficarmos doentes. Mas é uma possibilidade. Se esta possibilidade nos atingir, impossível será perdermos todas as bênçãos de Deus, em Cristo (Ef 1.3).

Curso AnteriorEnsinem doutrina e não somente histórias aos seus alunos
Próximo CursoComo uma geração de pais cristãos e muitos líderes de Departamentos Infantis em Igrejas podem estar formando novos ateus? Infelizmente, é isso mesmo que você leu.