# 02. ADOÇÃO, QUE ANNE EXPERIMENTOU E NÓS, TAMBÉM!


Na sua jovem vida Anne claramente percebeu uma coisa: não tinha um lar; não tinha uma família.

Esteve por duas vezes em casas dos outros. Morava como que “de favor” e trabalhava exaustivamente para poder contar com o mínimo, sempre convivendo com a sensação de que devia mais; devia demais, e as pessoas que a mantinha debaixo de seus tetos, tiravam proveito disso para agir com uma espécie de terror mental: você tem que se submeter a tudo e fazer tudo o que eu quero, senão vai para a rua ou para o orfanato!

Era um preço emocional muito alto para Anne.

Era um custo terrível cada dia, todo dia, assim.

1. ESTE MUNDO É MAU.

Aprendemos biblicamente que o mundo que Deus criou, depois da Queda foi transformado em algo difícil de se viver por causa das pessoas pecadoras. Até a Natureza sofreu e sofre intensamente por causa disso: do pecado. Então, esse mundo tornou-se um lugar desconfortável, temerário e até perigoso. Não há paz definitiva aqui.

2. PESSOAS SÃO MÁS.

Logo cedo lemos na Palavra de Deus as deformações terríveis no caráter das pessoas. Suas atitudes e ações passaram a ser terríveis. Gênesis 6.5 tem um triste resumo da humanidade:

O Senhor viu que a maldade do homem tinha se multiplicado na terra e que toda a inclinação dos pensamentos do seu coração era sempre e somente para o mal.

Então, praticar maldade, ser mal, avançar em ruindades é algo que ninguém precisa aprender com ninguém. Todos são maus e pecadores diante de Deus e sabem progredir com suas maldades, alguns, já sem freio algum, avançam para os caminhos do mal e decidem sempre por suas vontades, todas más.

O ser humano entregue a si mesmo não tem nem jeito e nem recuperação, definitivamente.

3. DEUS É BOM E PERFEITO.

Aprouve a Deus em Sua infinita e bondosa Misericórdia, salvar e redimir pecadores! Deus pode salvar-nos da condição e castigo merecedores, como pecadores que somos e fez isso. Em Cristo e por Cristo! Deus pode redimir-nos, ou seja, além de retirar-nos da condição em que nos encontrávamos – totalmente perdidos e culpados – pode resgatar-nos, lavar-nos, transformar-nos e adotar-nos!

Todos esses termos são termos teológicos que nos ajudam a entender o que Deus fez por nós e continua fazendo em nós.Na realidade eterna do Seu amor, Deus nos adotou, em Cristo! 

E o que ele fez mais por nós?

1. Deu-nos uma FAMÍLIA;

2. Deu-nos um LAR.

3. Deu-nos UM NOME.

4. Deu-nos PAZ.

Agora, em Cristo e por causa do que Ele fez na cruz por nós, não somos criaturas desgarradas e desoladas que andam por aí, esperando o pior chegar e a perdição definitiva acontecer. Por causa do que Deus fez por nós (e que nós não poderíamos jamais fazer por nós mesmos – mudar nossa condição e estado), temos paz, temos um nome, temos um lar e temos uma família.
Foi uma dia muito feliz para Anne Shirley quando os irmãos Matthew e Marilla Cuthbert anunciaram que iriam adotá-la; que agora ela seria da família e que tudo o que era dos Cuthberts, agora passaria a ser da Anne, também.
E em um momento solene e inesquecível, Anne pode a partir daquele dia assinar como Anne Shirley-Cuthbert, o dia que mudou toda a sua vida e toda a sua história!

“A ADOÇÃO POR DEUS É O PRIVILÉGIO MAIS SUBLIME QUE O EVANGELHO OFERECE”  ( J.I. Packer)

..............

Para meditar na Palavra de Deus:

"Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos predestinou para a adoção de filhos, por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade".
Efésios 1:3-5

Curso AnteriorA TOTAL FALTA DE VERGONHA NAS CRIANÇAS. O RISCO QUE SEU FILHO, SUA FILHA CORREM.
Próximo Curso# 03 - Sobre ADOÇÃO, uma semana de estudos na Bíblia e oração para você